sexta-feira, 1 de novembro de 2013

Como fazer um Bustle (molde + dica).

Fiz esse post pensando nos eventos revivalistas que acontecem no Brasil. O Chá de 2013 do Picnic Vitoriano SP será sob o tema vitoriano e é muito comum as pessoas não saberem como fazer a underwear da época, tão necessária pra dar a silhueta correta. 
Dada a facilidade que é confeccionar um bustle, a questão de que há algumas pessoas interessadas em fazer um e o fato de que não encontrei nenhum tutorial em português, decidi oferecer um molde histórico e dar uma dica acessível ao bolso. 
Na verdade essa "dica" dá pra  fazer todo tipo de armação de saia, desde farthingale, pannier, crinolina...
A dica é: mangueira de plástico. Isso mesmo! Muita gente desiste de fazer armações de saia porque não consegue a fita de aço. Então, não desistam, usem técnicas alternativas!

Bustle e traje da década de 1870

Fiz esse bustle exclusivamente pra mostrar a técnica pra vocês.

Molde Histórico:
O molde é especificamente do ano de 1874.
A Era Vitoriana teve duas fases do bustle. A primeira foi na década de 1870 eles eram amarrados na cintura e tinham um caimento suave. 
A foto abaixo, com o molde, é ampliável. Nela vocês podem ver as medidas que usei no bustle, basta reproduzir em papel craft, jornal ou outro papel que você tenha à disposição para fazer molde.

Medidas:
Aba lateral: 80cm de altura; 19cm topo; 8cm na barra; faça leve curva vertical na altura do quadril.

Pano central: é colocado dentro do bustle protegendo-o de seu quadril e pernas e segurando a forma. Muitos bustles não tem esse pano, tem apenas amarrações em tirinhas. Altura 80cm; topo 9cm com descida central de 1,5cm; barra 20cm

Bustle: Altura: 80 cm. Anca: 12cm no topo (cintura) com leve subida central de 2,5cm; 45 cm na extremidade inferior (barra). Ligue por uma linha reta. Distância entre os aros: 7,5cm no primeiro e 14,5 cm nos seguintes. Faça, no segundo arco, uma linha levemente curva (será colocado mangueira/fita de aço aí também. É o local que "segura" a anca pra cima).

Não esqueça que o molde é metade e deve ser cortado duplo!

Clique ou abra em outra aba pra ampliar

Transfira o molde pro tecido - com todos os riscos dos aros. O tecido pode ser qualquer um que você tiver. Como este é um tutorial barato, eu sugeriria tricoline, sarja ou algodão cru. Tecidos naturais pra pele respirar embaixo. Não esquecendo de cortar uma tira pra amarrar ele cintura e tiras de viés com as medidas dos aros da anca.

Aqui entra a mangueira de plástico. Que deve ser encaixada nos aros seguras pelas tiras de viés. 
Nem todo mundo acha fácil ou consegue comprar metros e metros de fita de aço para investir em underwear de época. Vá na loja de ferragem de sua cidade e compre a mangueira mais rígida que tiver. Aquelas de gás costumam ser as mais duras de todas mas eu optei por uma mangueira transparente, chamada cristal. Esqueci de contar certinho mas usei em torno de 5metros, então, comprem mais do que isso.


A desvantagem da mangueira
Bom, não é fita de aço então é bem possível - e provável - que com o tempo seu bustle ou crinolina, vá entortando ou "desabando" se você colocar muito peso em cima ou largar no armário de qualquer jeito. Mesmo as mangueiras sendo rígidas, elas vão deformar um pouco sim, é inevitável. Mas assim que você estiver apta a comprar as fitas de aço, basta fazer a substituição.


Resultado final: 
Perdoem-me se as fotos não estão com qualidade, eu estava sozinha e tive que me virar com a máquina no automático, o que não foi nada bunito! Assim que der pretendo mudar as fotos pra umas de qualidade melhor. Mas se vocês entenderem a idéia, já tá valendo!

Como meu traje vitoriano ainda está sendo feito (mas não será de 1874), usei uma saia preta, neutra e longa pra mostrar o resultado final. 
Na segunda foto, joguei a saia por cima. A saia é moderna e justinha no quadril, o ideal é usar uma saia mais solta em cima, com pregas (como era na época) pra que não ocorra um achatamento, já que qualquer força contrária pode deformar a mangueira.
Ainda observando a foto com a saia por cima, vejam que a silhueta ficou muito próxima da de 1874. O que falta pra incrementar o volume traseiro são os babados e pregas na saia - como era na época - para aumentar ainda mais a ilusão de volume.

* Tem modelos de bustle com babadinhos na barra, como fiz esse na rapidez, não fiz os babadinhos. 

A saliência das mangueiras é mais visível (na primeira foto da montagem abaixo) do que seria se fossem tiras de aço. Por isso, é interessante que a pessoa use por cima uma anágua (número 1), pra disfarçar as mangueiras. Se não puder, faça uma meia-saia de babados de tule/filó e jogue por cima, já disfarça bastante - recomendo que seja com maior quantidade de tule do que a ilustrada abaixo (número 2).


Esta dica de bustle feito com mangueira não é pra quem é historicamente purista e quer fazer tudo igualzinho como nos antigamentes. Esta é apenas uma dica barata e rápida de fazer uma armação de saia de época para uma roupa que você vai usar uma ou duas vezes e não quer gastar muito.
Não criem empecilhos na hora de criar trajes, improvisem, usem a criatividade. O importante é se divertir!

* Como o molde acima é de 1874, se você quiser usá-lo para um traje da segunda era do bustle (1880s), basta vesti-lo mais na altura do quadril e/ou fazê-lo com uma medida maior horizontalmente no topo da anca. Se desejar, pode acrescentar também uma almofadinha no topo para enfatizar a forma de "lobster tail" característica daquela década.

12 comentários:

  1. Não pretendo fazer bustle por ora, mas estou pesquisando pra um traje rococó que pretendo fazer e estava buscando alternativas pra usar no lugar da madeira (não lembro exatamente qual era usada) ou da tira de aço pra fazer o pannier...agora já fiquei mais tranquila nessa parte xD

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na época eles usavam cana, bambu... cheguei a procurar uma época mas ainda não encontrei pra vender por metragem em nenhuma loja. =/
      Ah e pode ficar tranquila, se você comprar uma mangueira bem rígida ela realmente segura! É ótima pra estes momentos de improviso! ;D

      Excluir
    2. Humm um dos meus medos de usar a madeira é ela quebrar, não consigo imaginar que seja flexível xD

      Deve segurar sim...até porque eu acho que o vestido vai ser leve *comparado a um bustle cheio de babados*.

      Excluir
    3. Ju você já viu aquelas cestas de vime, tipo as de picnic? Então, o bambu, a cana e o próprio vime são maleáveis, eles eram usados pra fazer o panier, que traduzido, significa "cestas". Não pense que eles eram tão rígidos, eram mais "moles" do que imaginamos. Fazer um panier com uma fita de aço por exemplo, deixa-o mais rígido do que eles eram na época. ^^

      Excluir
    4. Humm curioso, eu realmente tinha a impressão de era rígido e que por isso quebrava facilmente xD

      É algo a se considerar também...

      Excluir
  2. Pensando em fazer algo desse tipo para um projeto da faculdade, mas acha que se trocar a mangueira de plástico por barbatana de plástico terá um resultado legal?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não recomendo a barbatana de plástico. É muito fina e deforma MUITO. Ela não manterá o formato rígido arqueado necessário pro bustle e pode fazê-lo entrar nas suas pernas ao invés dele ficar atrás delas.
      A mangueira vai segurar bem mais o peso dos tecidos embora fique mais saliente. Tente escolher uma mangueira fina, mas bem rígida. ;)

      Excluir
    2. Obrigada! Vou procurar uma mangueira mais fina pra fazer :)

      Excluir
  3. Eu até tentei montar uma crinolina com as mangueiras de plástico, mas foi um desastre total!

    No momento estou trabalhando com um tipo de arame grosso que já é vendido deformado com formato arredondado. Não sei o nome dele, só chego na loja e aponto para o vendedor, mas tem sido muito bom!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pôxa mas porque será que não deu certo a mangueira na sua crinolina =/
      Eu nunca fiz crinolina, só farthingale, mas conheço 2 meninas que fizeram a crinolina com a mangueira de gás, que é super rígida. E também tem uma mangueira que é como se fosse trançadinha não sei o nome em português (entra no Etsy numa loja chamada "squirlgirl" que ela tem essa mangueira lá, eles chamam em inglês de crinoline tube). O que eu quero tentar agora é a fita de aço furada, acho que o nome comercial dela é abraçadeira, e ver o que dá pra fazer com ela e a resistência. ^^

      Excluir
  4. Sou eng. civil e apaixonada por moda/história da moda. Alguém já tentou fuçar em loja que vende ferro para construção civil? Não sei quanto ao peso, mas o ferro de 6,3 mm de bitola pode ser uma boa opção. Adorei o blog. Parabéns! !!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

NOTA AOS LEITORES


Olá, tudo bem?
Fico feliz que tenha chegado até aqui! Infelizmente não consigo responder todos os leitores com devida atenção. Me perguntam sobre livros que uso nos textos estão, eles listados neste link: https://modahistorica.blogspot.com.br/p/livros.html

Alguns textos foram escritos entre 2009 e 2013, num período que eu não anotei as fontes, por isso eles não as tem. Portanto, quem me escreve cobrando as fontes destes artigos, espero que compreendam que não posso colocar uma fonte que não lembro ao certo/exatamente qual foi, indicando algo errado. MAS os livros que uso estão no já citado link - pra quem quiser ir atrás deles. Sei que professores e orientadores lhes cobram fontes e nada melhor que ler livros pra adquiri-las.


A quantidade de emails e comentários é grande e soaria repetitivo e cansativo eu responder isso a um por um dos leitores. Gostaria que essa cobrança que às vezes vem como crítica, ficasse mais amena através da compreensão, pois quando comecei o blog não sabia que se tornaria tão grande e que viraria referência no Brasil.
Agradeço a compreensão (e os elogios ao blog).
Sana ♥