Destaques

sábado, 23 de dezembro de 2017

História da Moda Alternativa: Conheça a revista Gothic Station

Fui convidada a dar uma entrevista e ser capa de uma revista alternativa! O convite surgiu devido ao trabalho que faço sobre a pesquisa de história da moda + subculturas, conto toda essa história logo abaixo!

Clique na imagem e conheça o projeto!

Queridos leitores, tenho muito carinho pelos que me escrevem dizendo o quanto os ajudei em trabalhos ou a conhecer um pouco mais da história da moda. Sem falar nos convites de parcerias para resenha de livros de Moda, em especial da editora GG Brasil  (que logo logo tem mais duas dicas de livros por aqui!). 

À medida que o tempo passa percebo que algumas postagens poderiam ser melhores, é um reflexo dos estudos onde vou aprendendo cada dia mais... Mas talvez poucos de vocês saibam que este blog nasceu de outro blog. Há muitos anos atrás me formei em Design de Moda com um tema bem incomum: Moda Alternativa. Mais especificamente a estética de subculturas (como a gótica, punk, heavy metal etc) e durante a pesquisa percebi que estes grupos de jovens recebiam muito preconceito devido à seus estilos visuais impactantes e por vezes agressivos, mas ao mesmo tempo vi que eles poderiam entender de história da moda mais do que um estudante da área! Sim, alguns góticos entendiam mais de história da moda do que meus colegas de classe!

Como assim? 
Pergunte a um gótico sobre a influência da era vitoriana em seus visuais. Pergunte à um ouvinte de heavy metal sobre como a indumentária da era medieval se reflete no visual de bandas. Repare como a subcultura rockabilly usa a moda da década de 1950. Observe as roupas de uma subcultura popular nos anos 1980 chamada New Romantics... e que tal as Lolitas japonesas, que se vestem de forma barroca e rococó além do tradicional vitoriano? Podemos também dar uma espiada na forma que os punks desconstruíram e misturaram tudo que veio antes deles.

Foi com muita dificuldade inicial - devido à falta de fontes - que me especializei no tema, falando sobre tudo isso e muito mais em um blog chamado Moda de Subculturas, onde escrevo textos sobre a história da moda alternativa! Foi lá que nasceram as postagens de historia da moda que acabaram se tornando este blog aqui. E foi lá que me tornei conhecida por ser uma das blogueiras pioneiras ao escrever sobre esta temática no Brasil.


O Convite e a Revista
A revista Gothic Station é a primeira revista impressa sobre a subcultura gótica no Brasil.  Só isso já é extremamente histórico! A subcultura gótica é uma das que mais usa referências de história da moda em seus visuais, por isso, fui convidada a ser colaboradora da publicação, onde em cada edição escrevo sobre como esta subcultura adapta a indumentária de períodos históricos em seus looks. Mas foi com muita surpresa que recebi convite do editor Henrique Kipper para dar uma entrevista e ser capa da edição #3 cujo tema central é Moda. Na entrevista falo sobre como faço meu trabalho de pesquisa sobre a moda das subculturas, tema ainda tão pouco comum no Brasil. Para terem ideia, quando me formei, mais de dez anos atrás, o tema não foi muito bem recebido pelos meus professores, mas hoje em dia diversos estudantes de Moda são alternativos e desenvolvem TCCs sobre subculturas! 

Quem quiser conhecer a revista ou tem interesse em saber detalhes sobre meu trabalho na área, pode adquirir a publicação por R$29,00 (já incluído o valor do frete). 

Acredito que esta é uma revista que deveria ter seu espaço em bibliotecas de Moda e até mesmo ser lida por pessoas completamente por fora do universo alternativo, já que ela possui informações de moda e comportamento referentes à um público jovem que costuma ser ignorado pelas pesquisas mas cuja estética influencia muito a moda dominante.


A revista está em campanha, clique aqui pra conhecer!



Artigos que escrevi para as edições anteriores: a influência da indumentária medieval na subcultura gótica e a influência da moda vitoriana.



História da Moda é um tema riquíssimo! 


A prova disso é que mesmo grupos considerados 'rebeldes' pela sociedade fazem uso da mesma para criar seus estilos subversivos.



Comentários via Facebook

1 comentários:

NOTA AOS LEITORES
Olá, tudo bem?

Fico feliz que tenha chegado até aqui! Infelizmente não consigo responder todos os leitores com devida atenção. Me perguntam sobre livros que uso nos textos, eles listados neste link: https://modahistorica.blogspot.com.br/p/livros.html e alguns estão resenhados aqui no blog, procure a tag "livros".
Alguns textos foram escritos entre 2009 e 2013, um período que eu não anotei as fontes. Não posso agora colocar uma fonte que não lembro exatamente qual foi, indicando algo errado. Sei que professores e orientadores lhes cobram fontes e lhes garanto que há material disponível em publicações em português.
A quantidade de emails e comentários é grande e soaria repetitivo e cansativo eu responder isso a um por um dos leitores. Gostaria que essa cobrança que às vezes vem como crítica, ficasse mais amena através da compreensão, pois quando comecei o blog não sabia que se tornaria tão grande. Além disso, isso é apenas um blog que visa o entretenimento e não é minha obrigação fornecer uma pesquisa pronta a outra pessoa. Agradeço a compreensão (e os elogios ao blog).
Atenciosamente, Sana

© .História da Moda. – Tema desenvolvido com por Iunique - Temas.in