terça-feira, 28 de maio de 2013

A "Lei de Laver": A Moda e o Tempo

James Laver foi um historiador de moda que estudou principalmente como fatores econômicos e sociais influenciam o gosto e as escolhas de moda dos indivíduos. Em 1937 ao lançar o livro "Taste and Fashion", publicou uma tabela que mostra como reagimos às tendências de moda do passado e futuro.

A tabela explica porque nos interessamos por determinadas Eras da Moda, por exemplo, repararam que os picnics vitorianos/históricos normalmente fecham as datas na Era Eduardiana ou Belle Époque? Já ouviram falar que nos anos 80 fazer festinhas aos estilo anos 50 eram o máximo entre os jovens adolescentes? Por que será? 

Vamos dar uma olhada na tabela de Laver que montei pra vocês, segundo ele uma moda é...

Segundo a tabela (que é atemporal), acharemos a moda de a partir de 150 anos atrás LINDA!
 

A moda de 100 anos atrás seria considerada "ROMÂNTICA". 

A moda de 70 anos atrás, "ENCANTADORA":

A moda de 50 anos atrás, "CURIOSA":

A moda de 30 anos atrás, "DIVERTIDA":

A moda de 20 anos atrás, "RIDÍCULA":

A moda de 10 anos atrás, "MEDONHA":

A tabela diz que uma moda que está 10 anos à frente é considerada "INDECENTE". 
O que consideramos indecente hoje? Roupa de "piriguete"? Homens de shortinho? Mais sugestões?


*Originalmente postado em meu outro blog, o Moda de Subculturas.
Ao pesquisar pra esse post, descobri outros dois blogs brasileiros que abordaram o tema. Peguei umas imagens deles: link 1 e link 2.

5 comentários:

  1. Nossa, o que dizer? Que concordo com a tabela e os exemplos dados? Sempre penso como 20 anos pra cá as coisas são extremamente ridículas e medonhas... HAHA. E sempre bate uma vergonha pessoal daquela foto antiga, sabe? Que fazemos esconder no fundo da gaveta. Excelente matéria, aliás, o blog todo! :)

    ResponderExcluir
  2. Vamos problematizar rsrs, será que essa tabela não acabará ficando desatualizada? Com a moda e tecnologias cada vez mais aceleradas pode ser que a indumentária de 20 anos atrás já seja considerada divertida e até mesmo revisitada. Olha que interessante: http://revistamarieclaire.globo.com/Revista/Common/0,,GF89466-17589,00-OS+ANOS+NOS+DIAS+DE+HOJE+VEJA+COMO+A+MODA+DE+ANOS+ATRAS+INSPIRA+O+ESTILO+DE.html#fotogaleria=1

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maria, pode ser. Mas é importante notar que a moda de 20 anos atrás, já entra no conceito "vintage" que é algo valorizado. E essa matéria que você linkou também me faz lembrar do que Li Edelkoort tem falado: que a moda está acabando, o foco agora são as roupas. Se assim for acontecer, a tabela pode realmente perder parte de seu significado.

      Excluir
  3. É a primeira vez que visito este blog, adorei, mesmo porque sou uma historiadora, mas nunca realizei uma pesquisa sobre a história da moda e agora fui desafiada para produzir um roteiro sobre a história da moda, para ser apresentado no primeiro ato de um evento cultural na minha cidade, por isto estou lendo tudo e me organizando.
    Se alguém do ramo puder colaborar comigo, ficarei muito grata, por isto deixo a seguir meu email:
    marlene.salvador.pedagogia@gmail.com

    ResponderExcluir
  4. Tive que concordar com os exemplos! Hahahahahahaha
    Essa tabela é incrível, serinho o-o
    Para os meus pais, caberia como indecente homens pintando os cabelos e se cuidado "com mulher" hahahahahahaha

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

NOTA AOS LEITORES


Olá, tudo bem?
Fico feliz que tenha chegado até aqui! Infelizmente não consigo responder todos os leitores com devida atenção. Me perguntam sobre livros que uso nos textos estão, eles listados neste link: https://modahistorica.blogspot.com.br/p/livros.html

Alguns textos foram escritos entre 2009 e 2013, num período que eu não anotei as fontes, por isso eles não as tem. Portanto, quem me escreve cobrando as fontes destes artigos, espero que compreendam que não posso colocar uma fonte que não lembro ao certo/exatamente qual foi, indicando algo errado. MAS os livros que uso estão no já citado link - pra quem quiser ir atrás deles. Sei que professores e orientadores lhes cobram fontes e nada melhor que ler livros pra adquiri-las.


A quantidade de emails e comentários é grande e soaria repetitivo e cansativo eu responder isso a um por um dos leitores. Gostaria que essa cobrança que às vezes vem como crítica, ficasse mais amena através da compreensão, pois quando comecei o blog não sabia que se tornaria tão grande e que viraria referência no Brasil.
Agradeço a compreensão (e os elogios ao blog).
Sana ♥